terça-feira, 20 de maio de 2008

Ecletismo de Moby.


Li em diversos meios, duras críticas sobre os últimos trabalhos do DJ Moby. Como por exemplo, a de Thiago Ney para a Folha de S.Paulo, na qual chegou a escrever que Moby era um dos principais nomes da desgraça definida por ele como “música de cafeteria”, ou seja, um som que não chama atenção.

Já a respeito de seu último álbum “Last Night”, só foram boas críticas. Este marca a volta do DJ à Dance Music, e em entrevista à Folha, Moby declarou que “é uma carta de amor à Dance Music de Nova York”.

Este novo CD é bem mais dançante que os demais, eu gostei muito das músicas “The Stars” e “Disco Lies”. Porém não concordo com críticas aos álbuns anteriores, pois são eles que demonstram o ecletismo de Moby.

Eu aplaudo então outros trabalhos do DJ Moby, como “Raining Again” e “Lift Me Up”, ambas do álbum Hotel.

Assim como todos nós temos fases distintas na vida, Moby também diversificou bem seu estilo, entre seus trabalhos, podemos ouvir Flower (Play), Temptation (Hotel) e Alice (Last Night) e saber que apesar de não parecerem todas de um mesmo DJ, são todas boas.

Nota: O verdadeiro nome de Moby é Richard Melville Hall, Moby, pois é parente de Herman Melville, autor de “Moby Dick”

10 comentários:

Lilian disse...

Pronto!!!
Todos os blogs com posts novos!!!
O meu tbm =) Passa lá e comenta!
Legal o seu comentário como todos "temos fases distintas na vida..."!hehe

beijos =)

Cris Caetano disse...

Ai que interessante...sempre que ouvia o nome dele pensava na Moby Dick, mas não fazia idéia do parentesco (não com a baleia, claro).

Já o ouvi e gostei, mas vou passar a prestar mais atenção depois de ter lido o teu post. ;)

Beijocas

Anônimo disse...

Muito bom!!!

Cris Caetano disse...

ohohohhooh..pensei que ia ver novos posts...
vc escreve tão bem. :)
Beijocas

Rafael disse...

quanta coisa interessante nesse Blog!.
cada vez melhor, é assim que se faz, um grande beijo.

SANDRA MAMIS disse...

EI Carol.....esou esperando novos postssssssss tambem parou porquê?


beijossssssssssssssssss

Vanessa disse...

O trabalho do Moby é incrível, muitos que o criticaram jamais conseguiria fazer algo que soa tão bem aos ouvidos do modo que ele faz o ecletismo é um mérito dele é incrivel como ele consegue fazer as mais diversas misturas, o álbum 'Go' é um ótimo exemplo disso adoro a música New York, New York com a Debbie Harry ( sou suspeita para falar das músicas dela pois sempre gostei das músicas dela ).
Carol você escreve muito bem adorei todos seus textos, você será uma ótima jornalista rs.

Continue escrevendo no blog ele está meio paradinho.

Carolina Pera disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eu sou... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lilian disse...

Carolets!!!

Eis-me aqui novamente...
Comente, please:

www.parolesenmouvement.blogspot.com

E no meu tbm!!!

beijão =)