segunda-feira, 7 de abril de 2008

Masp: Visitação gratuita

“Há dois caminhos de não gostar da arte: um é somente não gostar e outro é gostar racionalmente.” (Oscar Wilde).

Então gostemos por inteiro desse feito tão grandioso, chamado Arte. Muitos acham somente uma forma de entretenimento, mas Arte é muito mais que isso, Arte é também cultura.

Hoje o Masp completa 39 anos de sua abertura ao público na Avenida Paulista, e para comemorar, hoje a visitação é gratuita, das 11 às 18 horas.

Sobre a Bienal.

20 de outubro de 1951, Avenida Paulista fervorosa, manifestantes em frente ao prédio Trianon, no qual atualmente é o Masp, se rebelavam contra o que chamavam de manobra imperialista, do lado de dentro, ocorria a festa de abertura da Bienal de São Paulo.

Idealizado por Francisco Matarazzo Sobrinho, conhecido como Ciccillo Matarazzo, e sua esposa Yolanda Penteado, o Pavilhão adaptado (projetado pelos arquitetos Luís Saia e Eduardo Kneese de Mello) recebeu 1.854 obras representando 23 países, ou seja, cultura e arte de diversos cantos para se conhecer.

Em um cenário pós-guerra, todos queriam abrir novos horizontes tanto econômicos quanto políticos, intelectuais e artísticos, a cidade de São Paulo estava com um cenário favorável ao seu desenvolvimento econômico e industrial sustentado pela indústria e as organizações da imprensa, nada mais propicio do que se criar algo cultural, como a Bienal.

Mas como todo grande feito tem quem seja a favor e contra, houve muitas pessoas que se manifestaram, pois achavam que os prêmios oferecidos por empresas americanas eram somente para expandir sua ideológica. Mas tinha também quem fosse a favor, esses defendiam que a Bienal traria a liberdade de expressão.

São Paulo tinha fundado dois grandes museus, Museu de Arte de São Paulo (MASP) e Museu de Arte Moderna (MAM) no final dos anos 40, mas até então não havia um evento tão grandioso quanto a Bienal.

Porém, apesar dos esforços dos artistas da semana de 22 em inserir as correntes da Vanguarda Internacional no Brasil, isso se deu por completo com a primeira Bienal de São Paulo, influenciados pela arte concreta suíça, e podemos dizer hoje, que essas Vanguardas Brasileiras são heranças culturais esplendidas

Av. Paulista, 1578 - São Paulo - SP tel. (11) 3251.5644 / Fax. (11) 3284.0574

4 comentários:

Anônimo disse...

Ainda bem ,graças as pessoas a favor, esses defendiam que a Bienal traria a liberdade de expressão.Nosso MASP,esta ai,trazendo obras do mundo inteiro,e tambem trabalhos de nossos grandes artistas brasileiros........

Anônimo disse...

Há há!!! Esse anônimo é a Sandra!

Cris Caetano disse...

:) Sempre que vejo uma informação desse tipo fico assim: feliz! É muito importante divulgar através dos blogs. Bacana!

Muitos beijinhos

Anônimo disse...

Pena que não temos sempre amostras gratuitas como esta!!